17 dezembro 2007

Justiça para totós...

-
Bem podia ser o título de um ensaio sobre a justiça, mas é infelizmente sobre um processo que remonta aos anos de 1988/89. Não sei o que é a justiça, nem muito menos que conceito a sustém, se é que existe algo que a possa definir. Retenho isso sim, um conceito saído da República de Platão, e que assenta que nem uma luva no pretenso conceito moderno de justiça para todos, ou dito de um outro modo mais simpático, para totós!!! Esse conceito de que vos falo, definia-o Trasímaco da seguinte forma: deve convir ao mais forte. No caso das democracias modernas e muito igualitárias (também para totós), só aos astutos governantes e respectivos amigos e compadres e outros, é que convém esta linda justiça; aos outros, ao povo, convém acreditar no dia de amanhã, como se amanhã, a justiça o fosse servir justamente!...

1 comentário:

PintoRibeiro disse...

Não são "terroristas"...