29 dezembro 2009

FÓRMULA

Animai os bons e afastai os maus
-
Parece simples mas não é, na medida em que no dia-a-dia assistimos ao contrário, sem que por vezes possamos fazer algo, por sermos poucos, e por vestirmos a pele do bom.
Entendamos que ser bom é não claudicar face as adversidades, não esmorecer, não virar as costas, não se deixar abater pelo desanimo de se sentir sozinho no meio da batalha, entre dois exércitos.
De um lado, vemos um exército determinado a executar qualquer manobra e estratégica no sentido de nos anular, não fisicamente, pois seria politica e democraticamente desaconselhável, mas social, profissional e individualmente, por todos os meios legais e ilegais postos ao seu serviço.
Do outro lado, vemos um exército de diminuídos, de tristes, de resignados, cujos pseudo guerreiros já desfaleceram por antecipação, por desgaste psicológico, e por apatia incompreensível.
No meio estamos nós, não cobertos de moral ou de boas palavras ou ainda de retórica, mas de luta diária. Continuar de pé significa continuar a lutar, continuar de pé significa querer viver sob a fórmula gravada quer no coração, quer na mente. Por forma a que a dualidade do corpo não se confunda e se revitalize continuamente em prol da vida e da dignificação do valor intrínseco da verdade...

2 comentários:

Carlos Portugal disse...

Caro Tot:

Em datas totalmente baralhadas devido a sucessivos acertos e correcções de calendários humanos, e portanto imperfeitos (a passagem de ano deveria ser no Solestício de Inverno, a 21 de Dezembro, assim como decerto o seria o Natal, já que a noite mais longa do ano significa também a vitória da Luz sobre a treva, já que os dias passam a ser maiores a partir daí), saúdo-o cordialmente e desejo-lhe um 2010 (no calendário humano) cheio de Luz e norteado pela «Fórmula» que enunciou, fórmula essa que era também expressa no «Memorial para Governo do Reyno», do nosso Rei D. Sebastião: «Fazer merce a bons, castigar os máos», que acrescentava: «Todo o que me fallar deshonestidades, castigallo rijamente»... Realmente, compreende-se o ataque que estas gentes de hoje fazem a este e a outros Reis...

Mais uma vez, um felicíssimo 2010!

Tot disse...

Caro Carlos,
desejo-lhe também a si um bom início de 2010.
No que diz respeito às datas, tal facto deve-se imputar ao calendário gregoriano.

Cumprimentos