11 dezembro 2009

verdade escondida

O título não é inocente, muito menos pretende ser um ponto de partida de uma ideia solta, no entanto, serve para embelezar-se a si mesmo e finalizar este texto.
-
Nestes tempos conturbados da nação lusa, onde graça a mentira e onde os verdadeiros factos são escondidos, e ocultados, no sentido de se obter com essa estratégia reconhecimento imediato e ascensão vertical dentro da chamada mobilidade social. É fácil reconhecer onde está a ou as mentiras, e qual o ou os mentirosos que vivem desta forma de estar na vida.
-
Parafraseando Michelet, o historiador da ressurreição do passado. Compete-nos também a nós, que vivemos segundo o ditame da verdade, ressuscitar as verdades que se encontram ocultadas por de trás das mentiras habilmente produzidas por quem deseja santificar a ilusão.
-
Enumerar algumas é fácil, o difícil é saber toda a razão da mentira, no entanto, a verdade sustenta-se a ela mesma, enquanto que a mentira necessita de sucessivas e intermináveis mentiras para se poder justificar como mascara da verdade.
-
Exemplos: BPN, RTP, Carris, Metros, TGV, TAP - tudo empresas onde buracos financeiros crescem na razão directa do tempo linear. Não adianta falar mais sobre o assunto, produzir barulho que apenas ofusca a mente. O que interessa, é o que se deve desde já fazer, o que podemos nós já fazer...eu sei-o muito bem, mas temo estar sozinho num mundo de mortais adormecidos e anestesiados com as sucessivas mentiras que os mentirosos ardilosamente produzem para nosso benefício e bem estar...

Sem comentários: