30 janeiro 2009

Alea jacta est

Disse em tempos, que não me importo de encabeçar a revolta, apesar de conhecer os malefícios do mito de Saturno...

29 janeiro 2009

Crise...

Agora que a democracia está a cair em descrédito. Agora que o capitalismo selvagem está moribundo, é tempo de revolução, é tempo de abrir caminho para a luta directa, sem medos. É tempo de dizer basta. Aproveitar o momento, aproveitar o desanimo geral em proveito revolucionário. Se não for feita agora, tão cedo não haverá outra oportunidade!

27 janeiro 2009

Deriva...e atraso

Continuamos no pelotão da frente, só que no fim desse pelotão. A deriva e o atraso ainda se vão acentuar muito mais nos próximos dias. Este país parece caminhar para o abismo, para o desemprego colectivo, enquanto que os políticos parecem estar alheios face aos problemas, e com olhos apenas para as suas barrigas...
Viva a democracia e o dito capital que nos levaria sempre para à frente e para cima...

23 janeiro 2009

Desemprego

É sabido que por esse país fora, as empresas então a reduzir efectivos, a despedir, a fechar portas, a deslocalizar, a tentar fugir para locais ditos mais seguros do ponto de vista fiscal.
É também sabido, que este novo ano vai ser um ano mártir para o desemprego, para as milhares de famílias que se verão privadas de sustento, em alguns casos, do sustento da totalidade da residência. E que faz o governo? Basta ver uma medida inscrita na campanha de excelentíssimo primeiro ministro: casamento civil para homossexuais, como se a prioridade social, de pão para a boca, fosse casar pelo civil cidadãos do mesmo sexo. Enfim, por este andar, não só irá crescer o desemprego, como o país, temo-o, entrará não em recessão, mas em falência, não técnica mas real!!!

14 janeiro 2009

Sociedade da mentira...

Lembrei-me deste título muito simpático, porque a sociedade portuguesa é quase toda ela mentira, quer dizer, desde o topo da pirâmide até a base, que a mentira é tida como a melhor das verdades, se tivermos em linha de conta que o fim justifica qualquer meio. 1º exemplo: desce o barril de petróleo - sobe preço de combustíveis. 2º exemplo: desce a taxa de juro para valores ditos históricos, a prestação da casa permanece quase na mesma. 3º exemplo: o país está a "descambar", a perder o rumo - o governo sempre arrogante, diz-se salvador da pátria. 4º exemplo: a crise da construção veio para ficar - que faz o governo: inventa uma lei que permite as autarquias o ajuste directo de qualquer obra até 5 milhões de euros. Enfim, este é um país de merda, de mentirosos, de pseudo moralistas que não têm vergonha na cara.
Disse em tempos que o país precisava de uma revolução, e temo que tenha que encabeçar uma, porque já estou a ficar farto desta gente, destes políticos, destes portugueses invejosos e sempre prontos a difamar os vizinhos. Sejam pelo menos uma vez na vida honestos, senhores do seu nariz. Digam não aos políticos mentirosos. Sejam homens, verdadeiros Homens, aqueles que a história costuma proteger!

06 janeiro 2009

Formula

Animai os bons e afastai os maus
-
Tudo o que está para além desta formula, resulta em menos qualidade mas em muita quantidade...

05 janeiro 2009

Guerra de mentira...

Esta guerra a calhar do médio oriente, veio dar uma grande ajuda aos governos do ocidente, aqueles onde se iniciou, também uma crise criada, que depois lhe perderam o rasto, qual governo que cai na rua, todos tentam ser, os maiores senhores perante a crise, que tudo resolvem, e no entanto, o desemprego esta aí, com igual crescimento da criminalidade, que o governo teima em não ver.
-
Este ano de 2009, vai ser o um ano de desemprego, de criminalidade, e de revoltas sociais...e eu estarei cá na terra para assistir a tudo isto, e ajudar a escrever a História!
-
Aos meus amigos - os verdadeiros, os que ainda rezam ao Deus, um BOM ANO!!!