09 fevereiro 2010

Governo...

A República já deve estar arrependida de ter aderido à Democracia, porque na realidade a democracia não existe. O governo do povo, ou para ser mais correcto, o governo para o povo, é uma das maiores mentiras na história do homem.
-
Uma análise desinteressada dos factos, leva-nos a crer que a democracia serve melhor os governantes, e toda a solidariedade à sua volta.
-
Nunca um governo pode ser do povo, porque o povo não se sabe governar. Um simples exemplo: o representante do povo, que é o governante, despreza-o, foge dele, é incapaz de confraternizar com ele. No entanto, o governante, depois de ter sido eleito pelo povo - que mais não faz do que uma simples cruz, se isso é poder, eu vou ali e já venho - nomeia a seu belo prazer gente saída do povo sem preparação na arte de governar, gente sem mérito, que não é a melhor na sua especialidade, se a tiver, nem é a melhor profissionalmente na sua área. Dito isto, o pilar que sustém o edifício democrático é feito de lama, assenta em lodo, sem alicerces seguros.
-
Animai os bons e afastai os maus - até lá, tudo continuará a evoluir no sentido que eles querem...

Sem comentários: