10 fevereiro 2010

Processo Casa Pia - Análise de Pedro Namora

Decididamente, a vergonha de um país, saiu à rua, mostra-se sem pudor, num processo triste que roça o entretenimento das massas, como se o conceito de justiça não existisse.
Platão, pôs na boca de Trasímaco uma definição de justiça que se adequa na perfeição ao tempo contemporâneo, nomeadamente, ao processo em análise: a justiça é então a conveniência do mais forte. Nem mais nem menos, quem tem dinheiro pode, quem não tem, limita-se a sobreviver...

Sem comentários: