15 maio 2010

Democracia política...

O primeiro ministro pede aos portugueses um "esforço patriótico". No entanto, o primeiro ministro enganara-se na formulação do pedido, o excelentíssimo não pretendia dirigir-se a todos os portugueses, mas apenas aqueles que pelo seu trabalho abnegado, sincero, contribuem para a riqueza do país.
-
Contudo, pedir aos portugueses que trabalham, que sejam mais patriotas no seu contributo é no mínimo deselegante, na medida em que estes já suportam o fardo de sustentarem o Estado.
-
Dito isto, antes do senhor primeiro ministro formular a tal questão, deveria antes pedir desculpa a quem trabalha, e por o seu lugar à disposição daqueles que fazem com que o país seja Estado.
-
Neste sentido, só tem sentido uma alteração doutrinária daquilo que pensamos ser a Democracia. Pois só assim tem sentido a justificação do esforço de quem trabalha no sustento da nação...

Sem comentários: