02 junho 2010

Doutrina democrática

A democracia é o império da opinião sobre o juízo, o que significa que existem muitos a opinar, incluindo governantes, o poucos com juízo.
-
A democracia, quer queiramos quer não, sofre de um mal endémico, provocado pelo governo democraticamente eleito. E esse problema reside no absolutismo ou autismo da razão de Estado sobre a razão individual. Isto é, a primeira é sempre superior há segunda, mesmo que não exista razão nenhuma para essa superioridade. Pode até acontecer que essa dita pseudo superioridade seja prejudicial há própria saúde do Estado, e continue a ser superior, apenas e só porque é razão de Estado. No entanto, um outro problema se levanta, na medida que a razão de Estado invocada poder afinal não ser razão de Estado nenhuma. Quer isto então dizer, que existe uma capa, um subterfúgio, uma mentira democraticamente elaborada que forja a verdade, verdade essa que demonstra que a razão não é de Estado, mas sim de governo, governo democraticamente eleito mas também governo a prazo, passageiro, com mandato para um número de anos específico. Tratando-se de um governo mandatado para governar o Estado em nome dos cidadãos, não se pode falar em razão de Estado. Dito isto, podemos considerar que a razão do governo equivale à razão individual, e se assim é, como ficara demonstrado, deixa de ter sentido que essa razão seja tida como superior...

Sem comentários: