05 agosto 2010

País em chamas...

Em primeiro lugar, e antes da crítica, deve-se elogiar o esforço hercúleo dos bombeiros que estão a combater os fogos.
-
Ainda à pouco tempo, o governo elogiava o seu esforço na preparação e disponibilidade dos meios, quer os afectos aos bombeiros, à GNR, ou à protecção civil. Todavia, bastaram uns dias de calor mais intenso, para determinar-se a insuficiência de meios, quer materiais, quer humanos. Importa saber-se, para além da falta de meios, se existe insuficiência na gestão, isto é, se foram acautelados os meios, atendendo ao tipo de vegetação, à dimensão da área, e à sua localização. Deduz-se pelo número de fogos e área ardida, e consequente número de horas seguidas de combate aos incêndios por parte de cada bombeiro, que a adequação da operacionalidade dos meios tem sido claramente insuficiente.
Dito isto, alguns pseudo operacionais deveriam ser exonerados...e mais não digo.

Sem comentários: