24 setembro 2010

Polícia de Segurança Pública

A manifestação dos agentes da PSP só mostra que nem mesmo a polícia acredita no governo. No entanto, passo a teorizar sobre o que penso estar por detrás desta manifestação. Isto é, sendo legítima, vem claramente em má altura, supostamente pela debilidade das finanças públicas. Mas a altura também serve ao governo, que deste modo adoça a boca dos agentes numa altura crítica do país, quer económica quer social, porque a política, essa, já anda em crise há muito tempo. Ao adoçar a boca dos agentes com promoções, progressões, horas extra ordinárias não pagas, etc, está de certo modo a preparar o futuro. Aquele futuro em que a polícia irá ser chamada a controlar as manifestações anti-governo. Deste modo bem habilidoso, o governo esta a preparar o estado para acudir às desgraças que aí vêm.
-
Dito isto, digo agora sem rodeios, vai haver aumento de impostos, corte nos salários, manifestações, promoções de amigos, e toda a trama actual vivida ao sabor do desgoverno do país...Digo-o mais uma vez, estarei sempre pronto a tomar o poder, basta que me sigam sem medo. Está demonstrado que a democracia está a provocar regressão no país, dúvida, desânimo, apatia, desconforto. Apenas pela força se consegue mudar o país. A aspirina administrada de forma contínua apenas cria habituação ao corpo...
-
Neste preciso momento, ser-se patriota, concorda com derrube do governo... Tudo o resto é fantasia democrática...

Sem comentários: