16 outubro 2010

Orçamento de Estado 2011

Parece que a prática romana de pregar o homem na cruz, está instituída em Portugal. Estamos irremediavelmente pregados à irresponsabilidade do governo socialista, que vai ficar na história da democracia portuguesa como o pior governo...
-
É um governo com uns números impressionastes: aumento do desemprego, corte nas ajudas sociais, aumento sucessivo de impostos, corte nos incentivos fiscais, corte nas deduções em sede de IRS, aumento da pobreza, aumento da criminalidade, aumento de falências, aumento dos tachos políticos, descaramento governativo, arrogância nas palavras, incompetência, enfim, estaríamos aqui a enumerara uma quantidade significativa de medidas prejudiciais ao país. No entanto, devemos referir o aumento irresponsável do IVA em produtos essências, aqueles que permitem algum conforto aos cidadãos. Este é um governo sem norte, já o havia afirmado há muito tempo, levando mesmo alguns pseudo amigos a dizer-me que poderia vir a ser preso. O que eu digo a esses medricas, que apenas são machos dentro de casa, pois é mais fácil, é que o país vai ficar pior, aliás bastante pior. O futuro da pátria não passa pelos actuais políticos, é necessário um outro rumo. O ataque aos cidadãos por parte do governo, e sistemático, é irresponsável, é descarado, é infame. Quem deveria ser preso era o governo, por incompetência, por desnorte, por incapacidade, por desrespeito por quem trabalha. O ataque do governo é transversal à sociedade, embora mais incisivo àqueles que menos têm, aos mais desfavorecidos, aos que não têm peso político ou económico. Este é claramente um governo contrário aos interesses dos cidadãos portugueses que residem no território nacional, este é um governo pálido, arrogante, sem sentido, que deveria ser enclausurado numa masmorra sem luz e sem mordomias de qualquer espécie... enfim, e para terminar, este é, tal como disse no princípio, o pior governo da história recente do país, disso não se livra o senhor eng Sócrates...

Sem comentários: