19 outubro 2010

SCUT´s

Este comunicado do Município da Maia, fora publicado no JN de domingo ( 17/10/2010, nº 138 ano 123), e mostra o descontentamento do município em relação ao desnorte do governo. Já não é um cidadão que afirma haver incapacidade governativa, agora, até os municípios reconhecem que algo vai mal no governo da República. Não me vou alongar em discursos, porque já não acredito neste pseudo governo socialista, apenas limito-me a disponibilizar aos demais informação que prova que afinal tenho razão quando digo que estes senhores percebem muito pouco do que estão a fazer, provavelmente, pela influência das novas oportunidades, daquele saber esquisito que qualifica quem não tem qualificações, e assim anda o país, sem norte nem governo...

2 comentários:

Carlos Portugal disse...

Caro Tot:

Muito rapidamente, acho que se poderia começar a acção directa por aqui. Ou seja, destruindo os pórticos de portagem electrónica. À pedrada, a tiro, pondo os cabos de alimentação em curto-circuito. É atacar onde lhes mais dói. Neste caso, se os pórticos forem sistematicamente destruídos (destruindo primeiro as câmaras de vigilância), o saque já não lhes será rentável.

As pessoas têm de se compenetrar que estes desgovernantes estão a praticar um terrorismo de estado contra a população, tornando-se no seu inimigo nº 1. E isso é crime, e a Constituição ainda prevê a resistência - pela força, se for necessário.

Cumprimentos.

Tot disse...

Caro Carlos, sabe também como eu, que pode ser acusado pelo ministério público de incentivo à desobediência civil.

No entanto, também o advogo...mas não o digo aqui...

No que diz respeito à acção directa, lembre-se que um a remar no sentido contrário de todos os outros, não provoca nada...a não ser o dispêndio de energia desnecessário...

Um grande abraço Carlos...