22 fevereiro 2011

Enganos...

Não se percebe, com o devido respeito pelas distâncias, que a África árabe esteja em ebulição, que as gentes morram pela dita democracia, que almejem um futuro melhor, quando nós ocidentais, nomeadamente os portugueses, preferimos um mau governo ao exame de consciência, preferimos a mentira diária de um mau governo à luta diária da responsabilidade cívica, enfim, a comodidade do deixa andar, do não querer saber, do deixar na mão do outro a resolução dos seus problemas, vai-nos ficar muito caro, na medida em que o futuro já não nos vai reservar apenas um défice astronómico, autêntico sorvedouro da riqueza produzida no país, mas irá com certeza criar problemas de tesouraria muito mais graves, e aí, nem segurança social, nem justiça, que já não é para todos, nem educação, estarão ao alcance de todos, por manifesta falta de dinheiro, que o governo actual tem a longo dos últimos anos gasto como se fosse coisa sua...
-
O alerta amigos, é constante. Todavia, só reage quem quiser...
Estarei sempre disponível a assumir os destinos da Pátria, seja pelo método democrático seja pelo outro...
-
Para finalizar, tentem ao menos interiorizar as palavras ditas pela terceira pessoa do Estado, e depois analisem a responsabilidade do diz que diz, da trama, e do espectáculo artificialmente criado pelos agentes do Estado, que deveriam servi-lo com abnegação e sem constantes lamurias nem frases sem sentido apenas destinadas a satisfação caseira do ego...

Sem comentários: