10 março 2011

Presidência da República Portuguesa

Quem ouviu ou leu o discurso do Presidente da República Portuguesa, com certeza pensará que uma vez detectadas as falhas dos políticos democraticamente eleitos, o próximo passo seria o da execução de medidas tendentes a superar o grave estado do país. Mas não, infelizmente, os políticos irão continuar a não querer ver o problema, não só porque continuam a auferir vencimentos acima dos comuns dos portugueses, como a solidariedade entre famílias políticas e de sangue é mais forte do que o bem comum ou o que isso possa representar na escala gradativa de valores ditos democráticos. A mudança, isto é, o mérito só tem assento no Estado se se fizer uma mudança de cidadãos sem aperto de mãos...e mais não digo...
-
Todavia, e apesar da dureza do discurso, a noite acabara como não poderia deixar de ser, com um festim pago por todos nós, e assim lá vai o país, de mentira em mentira, como se o discurso fosse apenas destinado a surdos...desculpem-me estes últimos...
-
A mudança não se faz com os mesmos... muitos formados pela escola das novas oportunidades...

Sem comentários: