09 abril 2011

XVII Congresso Nacional PS

E agora, que fazer, se dentro do partido socialista existe um preocupante pensamento único; que poderá ser do seu líder, o secretário-geral Eng José Sócrates, ou o seu líder apenas se limita - tal como lê no tele-ponto - a dizer aquilo que o PS quer que ele diga.
Ainda não ouvi neste congresso falar nos cortes da despesa do Estado, nomeadamente, naquela despesa que o PS, o PSD, e o CDS, criaram ao longo destes últimos anos de democracia parlamentar, para poderem manter a solidariedade existente entre famílias políticas e famílias de sangue intactas no seu contínuo esforço de gastar o que fora produzido por outros.
Neste sentido, o pensamento único que paira sobre o congresso assusta mais do que o pensamento único que coercivamente um Estado ditatorial tenta impor ao seu povo...

Sem comentários: