15 maio 2011

Esquizofrenia política III

Fazer ou não a revolução? Acabar de uma vez por todas com o actual modelo político? Manter ou não as solidariedades entre famílias políticas e famílias de sangue? Agir ou ficar quieto? Consentir ou não que as funções decisórias do Estado fiquem nas mesmas mãos?
-
Como as respostas parecem ser mais complicadas que as próprias perguntas, resta-nos parafrasear Pessoa: a cabeça do português tem razões que a própria razão desconhece!!!

Sem comentários: