05 agosto 2011

Insegurança...

A insegurança crescente dos cidadãos, seja real ou percebida, é preocupante, e tem raízes profundas na indiferença política em relação ao acto criminoso, que ao longo dos últimos anos tem sido despenalizado, como se de um acto vulgar se tratasse. Pior ainda, o crime prescreve, como se um crime cometido hoje, por via da lei, fosse amanhã considerado nulo, isto é, um não crime... O que significa que o político, quase criança social, tem por mau hábito legislar sobre o que não conhece... e mais não digo para não ficar aborrecido...

Sem comentários: