16 setembro 2011

Democracias a brincar...

A conjuntura económica internacional tem revelado a incapacidade de gestão dos dinheiros públicos, por parte de quem é eleito para o fazer, independentemente da origem partidária... 
O caso Grego é revelador de muitas tramas democráticas, de mentiras urdidas em nome da Democracia, e que infelizmente, desembocaram na insolvência do Estado...
Lá como cá, as solidariedades políticas continuam a justificar o saque, a contínua mentira, a artimanha do aumento dos impostos, de modo a esconder a divisão contínua das funções do estado entre partidários do sistema...
Não se percebe que sendo o Estado pobre, continuem a haver funções, muitas funções ricas dentro do Estado, como se a dita justificação de ser bom académico servisse para aumentar o valor pago pelo desempenho da função... A mentira é tão grande que ficamos siderados perante o interesse manifestado pelo bem público; ou será pelo que a função possibilita, seja enquanto detentor, ou mesmo após a detenção... (e alguns bem precisavam de ser detidos)...

Sem comentários: