21 outubro 2011

Constituição da República Portuguesa

Princípios fundamentais

Artigo 1.º
(República Portuguesa)

Portugal é uma República soberana, baseada na dignidade da pessoa humana e na vontade popular e empenhada na construção de uma sociedade livre, justa e solidária.

Presumimos que este texto fundamental, tido como que, quase uma bíblia da República, represente agora um mero texto de artigos ditos fundamentais, que pouco ou nada justificam a sua existência efémera, quase também sem significado nem poder de impor um modo de agir aplicado a todos os cidadãos da república.

Dito isto, parece evidente que os sucessivos governos, que por norma enchem o boda de asneira e de constituição, serem os primeiras a ignorarem os direitos dos cidadãos consagrados na constituição, o que significa, como parece ser, que violam com certeza o que definiram como artigos fundamentais do direito português.

Mais uma vez, estamos perante mentirosos, gente de má fé e possivelmente perigosos...

2 comentários:

Carlos Portugal disse...

Possivelmente, meu Caro? De certeza! Muitíssimo perigosos, um autêntico bando de criminosos!
Cumprimentos.

Tot disse...

Por esse motivo, amigo Carlos, é que devemos agir quanto antes!!!

Cumprimentos