08 novembro 2011

Brincar em democracia

Por mais que nos custe, temos de afirmar o primado da democracia sobre os outros poderes políticos existentes e ensaiados desde Atenas, berço da democracia, e de outros saberes distintos. Foi na Grécia clássica  que foram ensaiados os modelos políticos e  filosóficos, para não falarmos de outros, como a história, a poesia, o teatro, as religiões, e por aí fora... Tudo foi lá encubado, a exemplo das incubadoras de ideias empresariais modernas. Contudo, o homem democrático, como tão bem exemplificou Platão, inclina-se mais para a insolência, a opinião, os prazeres desenfreados, os lucros, o desprezo pelos princípios, a ignorância e a avareza, havendo mais adjectivos que o caracterizem... Parece anormal afirmar que existe normalidade nesta amalgama de nadas, mas este princípio é um princípio muito democrático, onde a ovelha é chamada a comandar as outras ovelhas. Não importa se está preparada ou se foi devidamente instruída para a gestão da coisa pública, o que parece importar é que agrade ao cidadão, nem que para isso tenha de lhe mentir, mentir continuamente até não suportar mais os desastres provocados por tão e tão grandes mentiras docemente praticadas ao longo da história da democracia...
 
A Atenas de hoje, agora já adulta, já mais Grega, ensaia a catástrofe, mais um princípio a ser aplicado religiosamente pelo ocidente, tão ávido de sangue e de asneira...

Sem comentários: