01 dezembro 2011

1 de Dezembro de 1640

A restauração da independência levada a cabo em 1640 aparece-nos hoje como mero elemento da história de Portugal, na medida em que no período actual, o poder político apenas lhe dedica escassas palavras, numa retórica de puro entretenimento, e de desrespeito pelos 868 anos de história que a Nação Lusa já possui, por mérito próprio e sem interferência externa...

Neste dia, pelo menos uma reflexão deveremos fazer, colocando uma questão de interesse nacional, e não político ou partidário. A saber: queremos continuar a ser portugueses legítimos? Ou queremos ser diluídos numa Europa sem rumo e ainda à procura de líderes capazes de dar e impor algum sentido à história dos povos europeus...?

A nossa a escolha já está feita, independentemente da contemporaneidade. No entanto, pensamos que os 868 anos de história já deveriam ser suficientes para justificar um debate profícuo e sincero sobre a perca de independência política e económica que o país atravessa sem pestanejar nem se quer esboçar um mero grito de indignação...

Sem comentários: