23 janeiro 2012

Despacho (extrato) n.º 774/2012 de 19 de Janeiro


Este despacho publicado em Diário da República, 2.ª série — N.º 14 — 19 de janeiro de 2012; confirma a nossa tese, isto é, de que governar deixou de ser uma arte para passar a ser uma farsa, e dizemos farsa porque o descaramento e a pouca vergonha vão ao ponto de se substituir o subsídio de férias e o subsídio de natal por abono suplementar em junho e novembro, como se a simples mudança de nome, conferisse por si só validade. 
Pensamos que a farsa democrática e o engano colectivo não podem subsistir por muito mais tempo. Urge fazer uma escolha decisiva, lutar pelo que acreditamos ou deixar que as sucessivas mentiras governativas sejam tidas por verdades e cuja história se encarregará em coligir...

1 comentário:

Mário Mandane disse...

Convém esclarecer todo o conteúdo: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA
Gabinetes do Secretário de Estado do Ensino
Superior e da Secretária de Estado da Ciência
Despacho (extrato) n.º 774/2012
Nos termos e ao abrigo do disposto nos n.
os
.3 e 4 do artigo 2.º e no
artigo 6.º do Decreto -Lei n.º 262/88, de 23 de julho:
1. É nomeada Helena Isabel Roque Mendes para, no âmbito dos nossos Gabinetes, exercer funções de apoio à Rede Informática do Governo (RING) e de interface com o Centro de Gestão da Rede Informática do Governo (CEGER).
2. A nomeada auferirá uma remuneração mensal de € 1.575,00 (mil
quinhentos e setenta e cinco euros), atualizável na mesma percentagem do índice 100 da escala salarial das carreiras do regime geral da função pública, acrescida do subsídio de refeição que estiver em vigor.
3. Nos meses de junho e novembro, para além da mensalidade referida
no número anterior, será paga outra mensalidade de € 1.575,00 (mil
quinhentos e setenta e cinco euros), a título de abono suplementar.