24 novembro 2012

Poder...

Quando delegamos nos deputados da nação a capacidade de decidir, de legislar e de vigiar, estamos conscientemente a transferir o nosso livre arbítrio, estamos deste modo já imposto, a colocar nas mãos de outros o nosso destino político, económico e social. Pior, depois de abdicarmos de controlar o que é que seja, também parece que abdicamos de responder com a força considerada adequada aqueles que todos os dias, deixam que o governo nos roube.

Enquanto falamos, enquanto escrevermos e enquanto não agirmos, eles continuarão a aplicar a sua agenda, que simplificada, se traduz: no empobrecimento da classe média, em contra ciclo com a enriquecimento dos políticos, amigos e afins.......

Sem comentários: