07 abril 2014

Estrelas...


3 comentários:

Anónimo disse...

Ah, "Thoth", perdemos.

Somos fantasmas que se esvanecem. Ganharam as carcaças, essa gente que vive para satisfazer as necessidades fisiológicas que vai sentindo.

A existência espiritual, aquela que advém do afortunado casamento entre intelecto e sensibilidade, desapareceu entre a instintividade fundamentalista de uns e o materialismo cego e trôpego de outros.

Boas intenções sempre hão-de nascer, como ervas daninhas pelos campos. Mas a escola de as fazer frutificar, perdeu-se.

Perdemos. E não foi por falta de tentar vencer. Afinal, fomos guerreiros desde que nascemos.

Quer ver?
https://www.youtube.com/watch?v=_JchuuvEO6M

https://www.youtube.com/watch?v=TuwpsWXvIOc

https://www.youtube.com/watch?v=RmXCVOmOCPU

https://www.youtube.com/watch?v=m0uSR5b-p_U


Se não entender a referência, "Thoth", vá à rua e olhe bem para as pessoas. Veja quem são. O que querem. Como vivem.
E quanto a outros, uns ganham pó, outros vão-se apagando. É a lei da vida.

Anónimo disse...

Ah, "Thoth", perdemos.

Somos fantasmas que se esvanecem. Ganharam as carcaças, essa gente que vive para satisfazer as necessidades fisiológicas que vai sentindo.

A existência espiritual, aquela que advém do afortunado casamento entre intelecto e sensibilidade, desapareceu entre a instintividade fundamentalista de uns e o materialismo cego e trôpego de outros.

Boas intenções sempre hão-de nascer, como ervas daninhas pelos campos. Mas a escola de as fazer frutificar, perdeu-se.

Perdemos. E não foi por falta de tentar vencer. Afinal, fomos guerreiros desde que nascemos.

Quer ver?
https://www.youtube.com/watch?v=_JchuuvEO6M

https://www.youtube.com/watch?v=TuwpsWXvIOc

https://www.youtube.com/watch?v=RmXCVOmOCPU

https://www.youtube.com/watch?v=m0uSR5b-p_U


Se não entender a referência, "Thoth", vá à rua e olhe bem para as pessoas. Veja quem são. O que querem. Como vivem.
E quanto a outros, uns ganham pó, outros vão-se apagando. É a lei da vida.

Tot disse...

Olá Anónimo, pelo menos sabemos quem somos, o que sentimos, e o que nos faz vibrar os átomos...

Eu, vou deixando algumas sementes...

Cumprimentos